Livro do Ano - Não Ficção

Alfabetização: A questão dos métodos

Magda Soares

Companhia das Letras

Não Ficção - 2017

Alfabetização: A questão dos métodos

Muita tinta já se gastou para discutir a alfabetização. Não resolver questões como quando e de que forma alfabetizar implica abrir mão de um ensino de qualidade, condição fundamental para uma sociedade verdadeiramente democrática. A persistência do problema e as controvérsias em torno dos métodos de alfabetização demandam uma reflexão profunda sobre o tema. E é isso que realiza Magda Soares nesta obra imperdível. Além de décadas de pesquisa, Magda faz questão de se manter próxima à realidade das salas de aula.

Eu sou trezentos: Mário de Andrade – Vida e Obra

Eduardo Jardim

Edições de Janeiro

Não Ficção - 2016

Eu sou trezentos: Mário de Andrade – Vida e Obra

Nos 70 anos da morte de Mário de Andrade, o grande poeta modernista é homenageado em um ensaio biográfico que articula sua vida e obra, mostrando a contribuição do escritor para a formulação de uma nova interpretação do Brasil. Fruto de uma vida de dedicação aos estudos do modernismo, 'Eu sou trezentos - Mário de Andrade - vida e obra' examina a personalidade de um dos principais intelectuais do país a partir de seus poemas, contos, romances, ensaios, entre outras iniciativas do paulistano, nascido em 1893.

Dicionário da História Social do Samba

Luiz Antonio Simas

Nei Lopes

Civilização Brasileira

Não Ficção - 2016

Dicionário da História Social do Samba

Primeiro dicionário sobre a história do samba no Brasil Expressão da cultura marginal carioca do início do século XX, o samba resistiu a décadas de racismo e preconceito estético, e se tornou parte inextrincável da identidade nacional brasileira. Nesta obra de referência pioneira, Nei Lopes e Luiz Antonio Simas inscrevem o valor da negritude e da história dos negros na criação e na fixação do samba, e a ambígua inserção dessa cultura musical na sociedade de consumo.

A Casa da Vovó - Uma Biografia do Doi - Codi

Marcelo Godoy

Alameda Casa Editorial

Não Ficção - 2015

A Casa da Vovó - Uma Biografia do Doi - Codi

O autor ouviu alguns dos mais ativos agentes da repressão da ditadura militar para contar a história do DOI-Codi (Destacamento de Operações de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna) de São Paulo. Criado a partir de uma operação semiclandestina instituída pelo governo, a Oban (Operação Bandeirantes), o DOI-Codi se transformou rapidamente, no início dos anos 1970, no instrumento do regime de exceção para combater as organizações de esquerda. Inicialmente, o alvo foi os grupos que optaram pela luta armada.

1889

Laurentino Gomes

Globo Livros

Não Ficção - 2014

1889

Nas últimas semanas de 1889, a tripulação de um navio de guerra brasileiro ancorado no porto de Colombo, capital do Ceilão (atual Sri Lanka), foi pega de surpresa pelas notícias alarmantes que chegavam do outro lado do mundo. O Brasil havia se tornado uma república. O império brasileiro, até então tido como a mais sólida, estável e duradoura experiência de governo na América Latina, com 67 anos de história, desabara na manhã de Quinze de Novembro. O austero e admirado imperador Pedro II, um dos homens mais cultos da época, que ocupara o trono por quase meio século, fora obrigado a sair do país junto com toda a família imperial.

As Duas Guerras de Vlado Herzog

Audálio Dantas

Civilização Brasileira

Não Ficção - 2013

As Duas Guerras de Vlado Herzog

“Acompanhei, ao longo dos anos, praticamente tudo que se escreveu a respeito em jornais, revistas, livros e teses acadêmicas. A leitura de inúmeros textos levou-me à conclusão de que eu tinha uma dívida a pagar. Era preciso, em muitos casos, tentar repor a verdade dos fatos, preencher lacunas de informações, apontar inverdades e até omissões propositais. Escrever este livro tornou-se, para mim, uma tarefa irrecusável”, relata Dantas. O autor também resgata o corajoso papel desempenhado pelo Sindicato dos Jornalistas de São Paulo na denúncia de um assassinato cometido num aparelho do Estado

1822

Laurentino Gomes

Editora Nova Fronteira Participações

Não Ficção - 2011

1822

"Este livro procura explicar como o Brasil conseguiu manter a integridade do seu território e se firmar como nação independente em 1822", explica o autor. "A Independência resultou de uma notável combinação de sorte, acaso, improvisação, e também de sabedoria de algumas lideranças incumbidas de conduzir os destinos do país naquele momento de grandes sonhos e perigos".

O Tempo e o cão

Maria Rita Kehl

Boitempo Editorial

Não Ficção - 2010

O Tempo e o cão

O livro faz um apanhado do lugar simbólico ocupado pela melancolia, desde a Antiguidade clássica até meados do século 20. O livro toca também na relação subjetiva dos depressivos com o tempo, chamado pela autora de temporalidade. A clínica das depressões do ponto de vista da psicanálise está presente no terceiro ensaio, a começar pelo estabelecimento das distinções fundamentais entre a depressão e a melancolia. Aqui, a autora busca estabelecer as diferenças entre a posição subjetiva dos depressivos e as circunstâncias que determinam episódios pontuais de depressão nos obsessivos e nos histéricos.

Monteiro Lobato: Livro a Livro

João Luís Ceccantini

Marisa Lajolo

Editora Unesp

Não Ficção - 2009

Monteiro Lobato: Livro a Livro

Os ensaios deste volume examinam a obra que Monteiro Lobato dirigiu ao público adulto e jogam luz, portanto, sobre o lado menos conhecido do autor da saga O Sítio do Pica-pau Amarelo. Quem era o Lobato por trás de livros como Urupês, Cidades mortas, Negrinha, O escândalo do petróleo? Que projetos antecederam cada uma de suas obras não infantis? Em que circunstâncias foram produzidas, como dialogaram com autores e produções contemporâneos?

1808

Laurentino Gomes

Editora Planeta

Não Ficção - 2008

1808

1808, o maior fenômeno de vendas do mercado editorial brasileiro na categoria não-ficção nos últimos anos, será relançado na Bienal Internacional de São Paulo em versão atualizada e ampliada pela Globo Livros. Entre outras novidades, o livro, que já vendeu mais de 1 milhão de exemplares, trará um capítulo inédito com informações até hoje pouco conhecidas a respeito da criação do Reino Unido de Brasil, Portugal e Algarves, que completa duzentos anos em 2015. Também na Bienal será apresentada pela primeira vez a versão em e-book do livro 1808, que até agora não estava disponível para os leitores brasileiros.

Latinoamericana: Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe

Emir Sader

Ivana Jinkings

Boitempo Editorial

Não Ficção - 2007

Latinoamericana: Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe

Enciclopédia Contemporânea da América Latina e do Caribe é uma obra pioneira. A mais abrangente feita até hoje sobre a identidade da região. Uma visão sobre os processos políticos, sociais, econômicos, ambientais, artísticos e culturais, a partir de múltiplos pontos de vista, resguardando a riqueza de abordagens e os estilos de seus mais de cem autores.

Carmen: Uma Biografia

Ruy Castro

Companhia das Letras

Não Ficção - 2006

Carmen: Uma Biografia

Carmen , o novo livro de Ruy Castro, é a maior biografia de um artista já publicada no Brasil. Ano a ano, o autor acompanha a vida da brasileira mais famosa do século XX - do nascimento da menina Maria do Carmo, numa aldeia em Portugal (e a vinda ao Rio de Janeiro, em 1909, com dez meses de idade), à consagração brasileira e internacional de Carmen Miranda e sua morte em Beverly Hills, aos 46 anos, vítima da carreira meteórica e dos muitos soníferos e estimulantes que massacraram seu organismo em pouco tempo.

Os 50 Mandamentos do Marketing

Francisco Alberto Madia de Souza

M. Books

Não Ficção - 2005

Os 50 Mandamentos do Marketing

Tudo o que de mais relevante aconteceu e se aprendeu nos primeiros 60 anos do Marketing no Brasil e no mundo encontra-se na obra Os 50 Mandamentos do Marketing. Erros e acertos, estratégias vencedoras e desastres fenomenais; nascimento, vida e morte de marcas emblemáticas; os principais atores da história do marketing pesquisados, analisados e organizados nos 50 mandamentos que sintetizam todo o aprendizado.

Abusado

Caco Barcellos

Record

Não Ficção - 2004

Abusado

Para se entender toda essa violência urbana instalada no Rio de Janeiro, é necessário compreender como pensam e como agem os criminosos que impõem o terror na cidade. Abusando livro-reportagem de Caco Barcellos, é uma verdadeira lição sobre a lógica, os meandros e o modus operandi das grandes corporações criminosas que comandam o tráfico de drogas e outras atividades criminosas no Estado.

Biodiversidade na Amazônia Brasileira

João Paulo Capobianco

Estação Liberdade

Instituto Socioambiental

Não Ficção - 2003

Biodiversidade na Amazônia Brasileira

o livro reúne 27 artigos de conceituados pesquisadores das áreas de botânica, zoologia, ecologia, etnografia, antropologia, sociologia e economia; dezenas de fotos; um extenso banco de dados e mais de 100 mapas da Amazônia Brasileira, além dos resultados do projeto de Avaliação e Identificação das Áreas e Ações Prioritárias para a Conservação, Utilização Sustentável e Repartição dos Benefícios da Biodiversidade da Amazônia Brasileira.

Escrever e Criar. Uma Nova Proposta!

Anna Flora

Ruth Rocha

Quinteto Editorial

Não Ficção - 2002

Escrever e Criar. Uma Nova Proposta!

Um convite para a criança desenvolver o texto artístico, a partir da linguagem que utiliza no seu cotidiano. A coleção oferece oportunidades para a classe aprender a falar, ouvir, debater, ler alto e silenciosamente, com o objetivo de auxiliar o desenvolvimento de várias linguagens. A diversidade de textos em prosa, em verso, com linguagem popular e formal, impulsiona o aluno a conhecer a Língua Portuguesa e sua variedade linguística.

Corações Sujos

Fernando Morais

Companhia das Letras

Não Ficção - 2001

Corações Sujos

Neste livro, Fernando Morais busca reconstituir a aventura da Shindô Remmei ou 'Liga do Caminho dos Súditos', que nasceu em São Paulo após o fim da Segunda Guerra, em 1945. Para seus seguidores, a notícia da rendição japonesa não passava de uma fraude aliada. Em poucos meses a colônia nipônica estava dividida. De um lado ficavam os katigumi, os 'vitoristas' da Shindô Remmei. Do outro, os makegumi, ou 'derrotistas', apelidados de 'corações sujos' pelos militantes da seita.

Estação Carandiru

Dráuzio Varella

Companhia das Letras

Não Ficção - 2000

Estação Carandiru

O livro 'Estação Carandiru' é resultado da experiência do próprio autor no lugar que foi o maior presídio do Brasil. A convivência com os presidiários e funcionários do presídio teve início quando foi desenvolvido o seu trabalho voluntário de prevenção à AIDS. Esta convivência proporcionou o conteúdo do livro, onde o autor descreve desde a divisão física da Casa de Detenção, os pavilhões, até a sociedade carcerária e relatos de detentos e funcionários.

As Barbas do Imperador

Lilia Moritz Schwarcz

Companhia das Letras

Não Ficção - 1999

As Barbas do Imperador

Misto de ensaio interpretativo e biografia do imperador d.Pedro II, este livro apresenta a monarquia brasileira a partir de um ângulo absolutamente original. Valendo-se de documentos inéditos e promovendo um diálogo fértil entre sua linha de argumentação e a inusitada iconografia, Lilia Moritz Schwarcz materializa o mito monárquico e contra esse pano de fundo, faz surgir o retrato de d.Pedro II, mostrando de que maneira a monarquia se tornou um mito - numa linguagem que equilibra o rigor da pesquisa com uma escrita sensível, a autora identifica nesse mito uma força e uma singularidade que desconhecíamos.

Monteiro Lobato - Furacão na Botocúndia

Carmen Lúcia Azevedo

Márcia Camargos

Vladimir Sacchetta

Senac

Não Ficção - 1998

Monteiro Lobato - Furacão na Botocúndia

Ao iniciar este livro, seus autores tinham dois desafios pela frente- resgatar a memória de Monteiro Lobato e, ao mesmo tempo, agregar novos dados e informações à sua conhecida história de vida. A obra é fruto de pesquisas no arquivo da família, em bibliotecas públicas e privadas.

Antologia do Bom Senso

Roberto Campos

Topbooks

Não Ficção - 1997

Antologia do Bom Senso

Autor do sucesso A Lanterna na Popa, Roberto Campos faz agora um mergulho na realidade brasileira. Esta coletânea de artigos é uma verdadeira viagem pelo mundo, passando pela China, a Rússia, a Europa e os Estados Unidos, pela revolução econômica da Asia. Com sua inteligência, humor, informação, sensibilidade e precisão na abordagem da esfera econômica e política, Roberto Campos proporciona ao leitor uma visão crítica das transformações no Brasil e no mundo.

Estrela Solitária

Ruy Castro

Companhia das Letras

Não Ficção - 1996

Estrela Solitária

Estrela solitária - Um brasileiro chamado Garrincha' conta a dramática história de um ídolo que acabou destruído por um inimigo implacável. O livro tem como cenário o Rio e o Brasil dos anos 50 e 60. Para descrever essa trajetória, Ruy Castro fez mais de 500 entrevistas com 170 pessoas.

O Brasil que dá Certo

Stephen Charles Kanitz

Makron Books

Não Ficção - 1995

O Brasil que dá Certo

O novo ciclo de crescimento do Brasil.Dados, números e exemplos que mostram que os anos de estagnação econômica ficaram para trás.Examine como sua empresa pode tirar o máximo proveito deste período que vai até 2005.

O Cidadão de Papel

Gilberto Dimenstein

Editora Ática

Não Ficção - 1994

O Cidadão de Papel

Neste livro, o autor mostra como funciona nossa sociedade, em que os Direitos Humanos não são respeitados. Existe uma rede que une o assassinato de crianças, a violência, a fome e a falta de escola com o desenvolvimento da economia, a crise da educação, a falta de emprego. Entender essa rede contribui para que os jovens possam mudar a realidade e construir uma sociedade verdadeiramente democrática.

Rota 66 - A História da Polícia que Mata

Caco Barcellos

Record

Não Ficção - 1993

Rota 66 - A História da Polícia que Mata

história da polícia que mata' é uma rigorosa investigação sobre o trabalho da Polícia Militar de São Paulo entre as décadas de 1970 e 1990. Nele, Caco Barcellos, um dos mais prestigiados jornalistas brasileiros, denuncia a atuação irregular da Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota) como um verdadeiro aparelho estatal de extermínio. Um esquadrão da morte responsável pela morte de milhares de pessoas.